carvao baralho queimando Custom Quem é a Auriflama do Caos?

Seguindo a tradição de toda a semana participar nosso leitor sobre o romance A Auriflama do Caos, transcreverei, com a devida autorização do próprio autor, suas empolgantes palavras que servirão para orientá-los sobre o grande mistério de toda a obra: quem é a Auriflama do Caos? Preste atenção nas palavras do autor e descubra um pouco mais sobre o grande personagem que deu nome ao livro.

Texto escrito por Mogg Mester, retirado de seu blog oficial.

Olá, prezado leitor, que as cartas do caos estejam lhes preparando boas novas.

Hoje vamos falar aqui sobre um tema importante, talvez o mais importante de todo o livro. Agora que você já entende o que é auriflama (se não viu veja aqui) e em que contexto este termo está sendo utilizado no livro, vamos saber mais quem é a Auriflama do caos.

Gnomo de nascença, ladino por habilidade e mago por formação, Barack é aquele que foi intitulado como Auriflama do caos. Seu passado, meio obscuro, repleto de desgraças e desventuras das mais diversas, o tornou em alguém propício a ser a mais poderosa criatura que já houve no universo.

fundo de ecra de um buraco negro Custom Quem é a Auriflama do Caos?

Você deve estar se perguntando: Mas como misérias e azar podem tornar alguém insignificante em algo para mais além da divindade? Como isso é possível?

A resposta é: artefatos. O que são eles? O que podem fazer? Bem, para começo de conversa, artefatos são, no meio do RPG, itens mágicos únicos, dotados de imenso poder e que servem a um propósito maior; divindades, magos épicos, criaturas sobrenaturais… qualquer coisa com poder suficiente para criá-los e lançá-los entre os mortais.

Com seus objetivos fora do alcance humano de compreensão os artefatos conseguem muitas vezes mudar o rumo da vida de uma pessoa ou de um mundo. Quem sabe do próprio universo. Tudo depende em que mãos (ou próteses) eles cairão.

ImageGen Custom Quem é a Auriflama do Caos?

É nesse ponto que entra o Baralho do Caos e a história de Barack. Antes dele o gnomo era apenas um fracassado mago que após aprontar algumas traquinagens foi punido com a prisão perpétua. Mas acontece que (segundo o capítulo 1 – Sobre ratos e ratoeiras) depois de um tempo mofando nas masmorras de Gorack, o meliante consegue fugir para correr atrás daquilo que o tem mantido vivo por todos aqueles anos: a sua vingança.

Parece que ao entrar em contato com essa nova vida Barack sofre transformações em sua maneira de ver o mundo e assim adquire um cognome que revela a verdadeira natureza de suas intenções ou de sua ideologia. Sim, por que não é ele quem se denomina dessa forma, mas aqueles que com ele estão.

E dessa forma, como a Auriflama do caos, ele busca a sua vingança contra seus mais poderosos inimigos: Os Lâminas Flamejantes.

Um abraço a todos,

Mogg Mester

Comentários

2 Responses

Deixe um Comentário

O seu e-mail não será publicado.

Sobre o Autor

é uma relíquia NERD perdida do movimento old school: "AD&D Forever"; é um super fã do universo de Dungeons e Dragons, principalmente dos cenários épicos de Dragonlance, Ravenloft e Forgotten Realms. Estudioso de zumbizologia e um possível bem sucedido sobrevivente do apocalipse que se aproxima (já tenho minha katana e meu plano de fuga), seu hobbie atual, que tem consumido suas horas extras à noite, está relacionado aos board games (fundador da empresa Geek Gamers: http://geekgamers.com.br/)